“Não vou me entregar, prefiro a morte”, diz suposta carta deixada por Lázaro Barbosa

Em uma suposta carta deixada por Lázaro Barbosa, o fugitivo teria relatado que havia sofrido muito na infância e que isso havia influenciado nas atitudes que ele tomou. Além disso, Lázaro teria relatado que durante sua prisão, ele havia sofrido até uma tentativa de estupro e sabia que se fosse preso, sofreria ainda mais, por isso, preferia a morte, chegando a dizer que poderia cometer suicídio.

Inscreva-se no nosso canal:
http://www.youtube.com/c/recordnews