O ministro da Saúde voltou a dizer que não é papel dele julgar os atos de Bolsonaro. Marcelo Queiroga se refere a declaração do presidente sobre o uso de máscara. Queiroga se limitou a dizer que todos já sabem a posição do Ministério da Saúde, e que fará um estudo para definir a flexibilização do uso de máscara, que é obrigatório no pais. Nesta sexta-feira (11), durante conversa com apoiadores, Bolsonaro disse que a questão deve ser definida pelo Ministério da Saúde, governadores e prefeitos.

Inscreva-se no nosso canal:
http://www.youtube.com/c/recordnews